Pesquisar

pt br  en us

 

capes horizontal   

Cnpq

        

periodicos2

 

logo faperj cor

 

A Tese defendida no programa de pós-graduação planejamento urbano e regional (IPPUR/UFRJ), em maio de 2019 por Frederico Oliveira Alfaix Assis, é um estudo histórico e etnográfico dos contrates e coexistências sócio-ideológicas e físico-visual entre o condomínio modernista Cruzada e o Shopping Leblon pós-modernista no Jardim de Alah, bairro do Leblon no Rio de Janeiro.

Sua inserção no campo de pesquisa foi através do projeto sócio musical “Palavras Cruzadas”, que busca romper os estigmas sociais do condomínio Cruzada, cujo os moradores pioneiros são provenientes da extinta favela do Morro do Pinto, se auto percebem como favela vertical ou favela de concreto armado e revelam os alcances, limites e desdobramentos pós-ocupacionais de um ideal de inclusão territorial e a prática de exclusão simbólica.

Neste sentido, a pesquisa tem como objetivo central identificar alguns dos mecanismos de inviabilização e estigmatização arquitetônica e social no cotidiano da habitação social do condomínio Cruzada, enquanto ambiente construído e vivido. Em especifico, a pesquisa mostrar como a sociedade do consumo permite a uma elite do bairro acessar uma rede global de marcas e etiquetas mediadas por um Shopping, que funcionaria também como uma rede local de sociabilidade visual e atitude blasé. Analisa a relação de assimétrica arquitetural da Cruzada com o Shopping. E, investiga como a configuração espacial conflitiva forja e estabiliza a memória coletiva, a distância social, econômica, cultural e religiosa entre os moradores da Cruzada com os frequentadores do Shopping.

O trabalhou foi orientado por Pedro Novais de Lima e co-orientado por Fabrício Leal de Oliveira.

Acesse: <http://objdig.ufrj.br/42/teses/886328.pdf>

UFRJ IPPUR - UFRJ
Desenvolvido por: TIC/UFRJ